sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

15 passos para a House Party perfeita


 

Quem nunca quis dar uma house party, né non? Pois é. Para você que nunca viu um filme americano ou assistiu os clipes da Katy Perry, house partys são aquelas festas feitas em casa, meio improvisadas, mas que dão super certo. Essas festas são super informais e eu adoro isso. Acredite ou não, mas eu já dei duas e tô indo pra terceira. Como eu já sei mais ou menos o que fazer para dar certo, vou dar umas dicas a vocês. VEM!

1 Quem chamar?
Antes de começar a planejar uma house party, seja ela grande ou pequena, você deve saber quem vai participar dela. A quantidade de pessoas vai depender muito do tamanho da sua casa e das proporções que você quer que sua festa tome. Dá para se divertir bastante só com os mais íntimos, por outro lado, festa cheia sempre dá o que falar. Só se lembre que quanto mais pessoas, mais difícil de controlar a situação, tenha muito cuidado com isso.

Corte da lista aquele cara mau encarado, o que sempre entra em coma alcoólico, o cara que arruma briga em todo lugar, a mina fresca, gente chata, aquele casal briguento, aquela turma desanimada e gente que você nunca viu na vida. Afinal, ninguém merece não aproveitar a festa por estar preocupada com os convidados. 

Agora que você já sabe quem não chamar, liste quem realmente merece estar na sua social. Convide seus amigos, pessoas que gostam de você e vice-versa. Aquele seu amigo que não para de dançar, o que bebe e diz que ama todo mundo, o que tem um papo legal, o que vai fazer as pessoas rirem, aquele cara que vai te ajudar com a bagunça no dia seguinte... Isso faz toda a diferença. Bons convidados fazem boas festas.

2 Crie um grupo
Depois de fechar a lista, convide-os pelo bom e velho boca a boca. Um grupo no whatsapp também é uma boa pedida, assim as pessoas já vão entrando no clima da coisa. É bom porque quem não se conhece já pode ir se conhecendo, os convidados podem arrumar caronas, e ajuda muito na organização. Fora que depois todo mundo zoar por lá que eu sei.

3 Peça colaboração 
O que reina nas house parties é informalidade e se todos seus amigos são sem frescura e querem se divertir, não tenha vergonha e peça colaboração. Eles podem contribuir com dinheiro para comprar os comes e bebes ou eles mesmos podem trazer pratinhos e bebidas. Não é vergonha nenhuma fazer isso, viu? Mas se você mesma puder bancar tudo, melhor ainda, haha.

4 Larica
Tem muita gente que faz festa sem comida, mas sinceramente, isso não dá para mim não. Além do mais, o resultado de um monte de gente bebendo de estômago vazio na sua casa não vai ser dos melhores. Não precisa ser um banquete, a galera só vai querer uma coisinha para beliscar mesmo. Invista em coisas simples e que não sujem pratos e talheres. Peça pizzas e sirva no guardanapo, faça um panelão de hot dog e deixe o pão de lado para cada um se servir, faça pipoca, compre um saco de amendoim para os bebuns, salgadinhos e afins. Um docinho também vai bem, ninguém rejeita um brigadeiro ou sorvetinho. Coisas super fáceis, simples, não fazem sujeira e todo mundo gosta. Ah, não esquece das balas, isso não pode faltar de jeeeeito nenhum. Quem vai beijar ou vai voltar para casa depois de uma noite de esbórnia agradece.


Cheers!
Ih, chegamos num tópico meio polêmico, a birita. Há quem ame e odeie, mas eu sou do time que acredita que uma brejinha moderada não faz mal a ninguém. E, fala sério, não é questão de não saber se divertir sem álcool, porém, é óbvio que todo mundo se solta muito mais com ele. Os amigos animadinhos são um espetáculo a parte, divertem até os abstêmios. Então amiga, para ser sincera, é melhor arrumar umas latinhas senão todo mundo vai ficar com cara de bunda e ter vontade de ir embora. A não ser que sua turma seja muito nova, ou sei lá, seja o pessoal da igreja, a bebida é essencial.

Se o orçamento tá apertado, vai de latão de cerveja popular mesmo. No entanto, se você quer que todo mundo se anime de verdade, compra Skol Beats, Smirnoff Ice, energético, e uma cerveja tipo Budweiser ou Heinenken, esse pessoal mais jovem adora. Não esquece da vodka, frutinhas e leite condensado para fazer batidas. Umas bebidas diferentes para joguinhos de shots são legais também. 

Assim como a comida, garanta que a bebida não falte, fica muito feio e todo mundo desanima. Ah, e pelo amor de Jah, compre gelo e garanta que tudo esteja bem gelado na hora da festa. Se não tiver um freezer ou um cooler grande o suficiente, vale pedir pedir emprestado.  

E se lembre dos amigos que não bebem (aka eu), os menores de idade ou os que vão dirigir, por favor! Tenha refrigerantes, sucos e água a mão.


Por favor apague a luz
Quer que todo mundo fique com vergonha de dançar e se soltar? É só deixar o ambiente super iluminado de luz branca. Vai por mim, no escuro todo mundo se solta muito mais. Troque as lâmpadas da casa por luz negra, lâmpadas coloridas (a azul fica ótima, lembra o efeito da luz negra e ainda é mais barata) ou use papel celofone colorido para cobrir as luminárias (mais barato ainda!). Outra ideia muito bacana é usar pisca pisca para decorar e iluminar o ambiente, todo mundo tem um aí guardado do natal. Se puder arrumar um strobo, lazers aquelas luzes que ficam girando, melhor ainda. Isso vende de monte aqui no Centro de Maceió e não é muito caro, na sua cidade deve ter também.

Decor
House parties não precisam de uma decoração super elaborada, umas sequer tem decoração, porém, acho legal arrumar algumas coisinhas para decorar e criar um clima. Só essa parte da iluminação já dá conta do recado mas se quiser complementar com alguns acessórios, melhor ainda. Pesquisa "house party" no pinterest e passe horas vendo ideias maravilhosas. Se a festa tiver um tema, fica ainda mais fácil decorar. Pode ser festa do branco, neon, mexicana, cores, anos 80, sei lá, o céu é o limite!



Garanta a pegação
Atire a primeira pedra quem nunca saiu de casa querendo dar una beijos, haha. Sem falar que pegação sempre dá o que falar, e todo mundo adora. Por isso, pense na paquera dos amigos solteiros. Chame amigos e amigas livres e desimpedidos. É legal chamar pessoas de galeras diferentes para se conhecerem lá. Aproveite para apresentar aqueles amigos que você acha que tem tudo a ver. É legal pensar em lugares estratégicos para isso, por que não? Improvise um banquinho num lugar mais reservado e deixe rolar. Só não vale deixar irem para o quarto, sua casa não é motel.

12  Vizinhos
Ah, os vizinhos... Eles podem acabar com tudo, e com razão. Coloque-se no lugar deles, com certeza você não gostaria de ouvir uma música que não quer ouvir a noite intera, não é mesmo? Por isso, seja legal com eles. Convide-os, faça um bolinho, converse... sei lá. Dá um jeito, porque ninguém gosta receber a polícia em casa, né? E se você já souber que eles são meio intolerantes com esse lance do som, só abaixe o volume e evite maiores contratempos.

10  Segurança
Lembre-se que isso tudo vai acontecer na sua casa e você com certeza vai querer ela depois. Por mais educada que sua galera seja, não tem jeito, vai ter bagaceira. Coisas podem ser sujadas, quebradas e até roubadas. Delimite a área da festa e tire de lá todos os objetos de valor. Móveis sensíveis, enfeites da sua mãe, vasos e afins. Então, separe um quarto e tranque lá tudo o que você quer deixar intacto. 

A festa já começou, você nota um rosto desconhecido no meio da multidão e ninguém conhece o sujeito? Ponha para fora. É sério, não tenha medo de ser chata, ponha os penetras para correr e pronto. "É a minha casa, é a minha casa." Cante esse mantra. Se seus próprios amigos fazem uma bagunça danada no seu cantinho, pode ter certeza que quem não te conhece não vai ter a mínima consideração. Se um convidado trouxer alguém e te avisar, tudo certinho, ok. Mas não permita em hipótese alguma que gente estranha permaneça no seu lar.
Por isso, se certifique de fazer o trabalho de porteira. Abra e feche a porta para todos que chegarem e saírem, ou delegue essa tarefa para um amigo de confiança. É sério, isso evita muita dor de cabeça. Experiência própria.

Ah, e em caso de brigas, bêbados inconvenientes, assédio ou qualquer convidado que esteja causando problemas, pode mandar embora também, viu? Ninguém merece que uma pessoa estrague a diversão de todos.


13  Quebre o gelo
Principalmente se sua galera for tímida, é bom já arrumar alguma coisa para quebrar o gelo. Jogos são bem interessantes e animam todo mundo. Twister, beer pong, eu nunca, jogo da garrafa... Você pode arrumar um Just Dance ou um Karaokê também. Todo mundo ama!
 
Tunts tunts
Pior que festa sem bebida é festa sem som. Ninguém merece. A música é essencial, ela dita todo o ritmo da coisa, desde a hora da chegada, o clímax e a hora de ir embora. Uma boa música pode garantir o sucesso da sua social. Por isso, arrume um som potente e monte um setlist de arromba. 

E nada de ser cult nessa hora, tem que ter som da bagaceira mesmo. Ponha muita eletrônica, pop, funk, sertanejo, pagode, forró, reggae, sessão flashback... Opte por ritmos que façam todos cantarem e se animarem, coisas conhecidas. A propósito, não esquece de reservar um lugarzinho para o pessoal dançar. Festa boa tem que ter rala bucho, bate coxa, boyzinho rodando a camisa em cima da cabeça, mina descendo até o chão e fazendo carão, haha.

16  Aproveite
Qual o sentido de dar uma festa e não aproveitar? Por isso, amiga, se joga.
 

17  Hóspedes
Sabe aqueles amigos que moram longe ou não tem onde dormir? Se possível, arrume em um lugar para eles. Qualquer colchonete, sofá, ou até o chão mesmo, serve. Provavelmente sua festa vai rolar a noite toda mesmo e não vai fazer tanta diferença. Sem falar que no dia seguinte eles podem ser bem úteis.

18  Dia seguinte
Você não vai mais reconhecer sua casa no dia seguinte, hahaha. Sério, vai estar um inferno. Por isso, aproveite os hóspedes e ponha todo mundo para trabalhar. Pode ser até divertido, vocês vão passar o dia relembrando de todos os acontecimentos da noite anterior. Outra opção é já colocar o valor da diarista no orçamento e deixar marcado. Muitas não trabalham no final de semana, mas se você conversar direitinho com antecedência, pode ser que consiga.


 Do it all again
Depois você vai se juntar com os seus amigos para debater todos os babados da festa, mostrar as fotos, vídeos, sentir vergonha alheia, dizer àquele amigo que teve amnésia alcoólica o que ele fez e passar dias comentando sobre os acontecimentos da sua house party. Posso apostar que todo mundo vai amar e pedir mais. 

Agora que você já sabe como dar uma festa de arromba, faça tudo de novo. E me chama, hahaha!

E aí meninas, agora quero saber de vocês. Já deram uma house pary ou foram em alguma? Quero saber de todas as histórias, haha.