quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Estrada e primeiras impressões sobre o Rio de Janeiro | #RockInRoad

 
Quem não ama road trip? Seu disco preferido no rádio do carro, a estrada passando, as paisagens mudando, aquela paz, olhar para a janela e ter a sensação de estar em um videoclipe... Ok, ok, muita gente odeia. Mas eu amo! Tudo bem que sou suspeita para falar, eu e minha família sempre viajamos de carro. Só ano passado, fizemos duas. Essa, no entanto, foi especial.

Foi por causa do Rock in Rio que embarcamos nessa road trip, que no início seria só para o festival. Quando meu pai soube que ira rolar Queen (♥) e Rod Stewart, foi logo olhando o calendário para ver se dava para ir. Compramos os ingressos e até aí ficaríamos só o final de semana dos shows, até que depois ele conseguiu tirar férias bem na época e pudemos alongar a viagem. Então, incluímos no roteiro Campos do Jordão, São Paulo (com direito a show da Katy Perry), Curitiba, Beto Carrero (para a sis) e Blumenau bem na Oktoberfest. Passamos quase um mês viajando. Oba!

Look de viagem: conforto em primeiro lugar. Sim, isso é um banheiro de posto, dá para acreditar?
Sis <3
Dessa vez até minha mãe e minha irmã foram. E o melhor, elas estavam super animadas. Então, colocamos nossas (muitas!) malas no carro e nos mandamos. Foram uns dois dias e meio de Maceió ao Rio, dormimos em duas cidades, uma na Bahia e outra no Espírito Santo. Ah, como eu queria rever essa cidade maravilhosa! Já visitei o lugar há oito anos atrás e queria muito voltar.
Acho que tinha alguém um pouco obcecada com a cor do cabelo no sol e com filtro.
Em algum hotel de posto no Espírito Santo...
Fomos direto para o hotel, que ficava bem pertinho dos Arcos da Lapa e da Escadaria de Santa Teresa. A região é bem central e apesar de terem dito que os arredores eram perigosos e aparentarem ser bem esquisitos de noite, fomos várias vezes ao mercado - que não era tão perto assim - bem tarde, a pé, só eu e minha mãe e nada aconteceu. O bairro só me pareceu bem boêmio rhapsody, com um jeitão de coisa que gringo mochileiro gosta. Talvez por ser uma alternativa mais em conta em relação aos hotéis dos bairros badalados como Copacabana, Ipanema e Leblon. 

Ficamos no Hotel Viña del Mar e não tenho nada do que reclamar. Pagamos R$ 315,00 a diária por um quarto quádruplo bem bacana, pois ele era dividido em dois. Ideal para quem quer rachar o quarto mas não perder tanta privacidade. Não que isso faça tanta diferença para a gente, já estamos acostumados a dividir quartos, foi só uma coincidência. Dava para notar que o prédio era bem antigo, mas reformado e em bom estado.

Criança feliz.
Depois de nos instarmos no hotel, fomos a pé mesmo buscar nossos ingressos nas Lojas Americanas. E pqp, que fila da bubônica foi aquela? Mas deu tudo certo. Pegamos nossos tickets e fomos comer alguma coisa por ali mesmo. Não lembro o que eu comi nem nada, só lembro do suco de goiaba horroroso que eu pedi. Sério, nessa viagem não tive sorte alguma com os sucos de goiaba, o meu favorito. Pelo jeito só Maceió sabe fazer um suco de respeito porque em todos os outros lugares que provei, eles tinham gosto de remédio, argh.

Ok, fim do desabafo, hihi. Eu estava louca para visitar o Rio, mas acabamos voltando para o hotel, pegamos o carro e rodamos mais de 40 km só para dar uma passadinha pela porta da Cidade do Rock - que obviamente estava fechada. Enfim, coisas do meu pai, vai saber.

De noite, fui ao mercado com a minha mãe e lá eu descobri como Maceió é barata. Ou o Rio que é caro demais? Me assustei demais com os preços, Zeus me livre!

+ Saiba como foi o primeiro dia de Rock in Rio

 

É isso, pessoal. Esse post foi só para contar como foi minha viagem e a chegada no Rio. Eu nem ia fazer um post para isso, mas queria deixar registrado e sei lá, mostrar essas fotos em algum lugar. Em breve os posts do Rock in Rio e das outras cidades que visitei.

E vocês, gostam de uma viagenzinha de carro? Contem nos comentários!

4 comentários:

  1. Que legal!! Tenho muita vontade de conhecer o Rio! <3

    blogilumiinar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Rio é liiindo, mas nunca pude ficar tempo suficiente para conhecê-lo de verdade. :/

      Excluir
  2. Alice, me identifiquei demais com você ! Que delícia de post.. Adoro esse tipo de viagem. Eu e meu pai também somos fãs de viagens longas de carro. Uma vez pegamos o carro e fomos de Ribeirão preto-SP até o P-A-R-A-G-U-A-I. Dá pra acreditar? HAHAHAA! Mas foi uma aventura e tanto, eu amei <3
    Adorei seu Blog de verdade, o jeito que vocês escreve parece que estamos lendo uma história descontraída, estou seguindo.. Vai ver me sempre por aqui agora :))
    Beijos,
    #fiquerosa

    Fique Rosa | Meu Canal YT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu e meu pai somos aloka das viagens de aventura. Você foi de Ribeirão Preto para o Paraguai né? E se eu te disser que fomos de MACEIÓ para o DESERTO DO ATACAMA no CHILE, você acredita? Hahaha. Pois é. Que legal saber que você curtiu o blog e que também ama viagens assim. Sabe como é, muita gente simplesmente detesta. E sim, volta sempre, porque vai ter continuação dos posts da viagem (e de mais viagens também). Beeeeeeeeeeeijão!

      Excluir

Dê seu pitaco!