terça-feira, 26 de janeiro de 2016

12 destinos de carnaval para todos os gostos

 
Uma das metas da minha vida é conhecer a maior quantidade de grandes festas do mundo. Festivais de música, eventos esportivos, premiações, natais, carnavais... Sou o tipo de pessoa que quer conhecer de tudo.  Quero conhecer o mundo inteirinho.

O feriado de Momo é perfeito para viajar. Seja para perto ou longe, em quatro dias dá para fazer muita coisa. Às vezes dá até para emendar com as férias. Foi por isso que vim trazer a vocês várias dicas de destinos para a época. Tem para todo mundo viu? Para quem quer curtir os clichês, as festas alternativas, o carnaval pelo mundo e até para quem só quer sombra e água fresca. Não tem desculpa para ficar em casa.


Dessas opções aí, não tem uma sequer que eu não queira ir, algumas são até metas obrigatórias de coisas para se fazer antes de morrer. Acho incrível a forma única que cada lugar arruma de comemorar a data. Os chatos que me perdoem, mas essa folia é cultura pura. Discordem se quiserem.

Vai logo começando a encher o cofrinho porque depois desse post aposto que você não vai querer ficar em casa em 2017!


Florianópolis
Ainda não superei o fato de ter passado por Santa Catarina duas vezes e não ter ido para Floripa, mas tudo bem. A Ilha da Magia tem festa o ano inteiro, e o carnaval não fica de fora. Lá, dá para encontrar opções de todos os ritmos de carnaval, blocos de rua e festas em clubes. Sem falar das festas a beira mar e as várias opções alternativas em casas noturnas. Para relaxar, o que não falta lá são praias lindas. 

Ouro Preto
Fui a Ouro Preto lá no verão de 2008 e me apaixonei. As igrejas, museus, as ruas, o climão universitário... É legal porque é ao mesmo tempo é uma cidade antiga e muito jovem. Minha paixão por Minas Gerais começou aí. Ouro Preto tem um carnaval famoso pelas festas nas repúblicas e na rua. É farra everywhere. Li alguns relatos de que lá é bem bagaceira mesmo. Mas quer saber? Se você é jovem, está na vibe, e é sem frescura, vale a pena se hospedar numa república e viver a experiência. Um dia eu vou, anotem aí.

Porto Seguro
Já passei dois carnavais por lá e foi maravilhoso até para mim, que era criança na época. Também fui para lá ano passado, mas foi em outra época. Porto é o tipo de lugar que tem farra sempre. O bacana de lá, é ser uma alternativa a Salvador. Lá rola muito axé, e a maioria dos cantores que cantam na capital também passam em Porto. Acredito que seja mais barato também.


Gramado
Quer aproveitar o feriado para relaxar? Também não faltam opções. A Serra Gaúcha é uma delícia. Já fui na época de fim de ano e me apaixonei! Lá, além de passear nas ruas lindas e aconchegantes de Gramado, dá para visitar museus, comer em lugares gostosos, e até esquiar. O clima é bem europeu mesmo, parece até uma cidade de boneca. Saudades. Ah, e se tiver um boy aí, é um ótimo passeio romântico, viu?

Bonito
Tenho muita vontade de conhecer Bonito, Mato Grosso. Só o nome já diz tudo né? Só vejo fotos lindas de lá, parece o paraíso. O lugar é pura natureza; mata, cachoeiras, lagoa com jeitão de praia, rio, animais, grutas... É de encher os olhos e a alma, afinal, não tem como não sair renovado de um lugar desses. Além das várias opções de esportes de aventura, para animar um pouquinho.

Maceió
Não tinha como não fazer propaganda da minha terrinha. Para a tristeza dos locais que gostam de folia e a alegria dos turistas que querem sossego, Maceió não tem carnaval, os moradores daqui normalmente vão para casas de praia nos arredores, onde realmente tem farra. Sad but true. Por outro lado, temos praias incríveis, tanto na cidade quanto nos arredores. Eu iria amar me hospedar ali em Pajuçara e passar o dia num stand up paddle, dá até para ir para as piscinas naturais remando. A noite na orla é agradável, barzinhos legais e comida deliciosa. Se estiver lá no domingo, não deixe de dar uma passadinha na rua fechada, dá para alugar bicicletas, patins e long boards para um passeio e vez ou outra tem programações culturais. Mas se ainda assim quiser curtir um carnaval por aqui, é só chegar um fim de semana antes. Os locais amam as prévias. Na sexta a noite, frevo a noite inteira no bairro histórico de Jaraguá. No sábado de dia, mais frevo e axé a beira mar com os tradicionais blocos da Rolinha, Pecinhas e Pinto da Madrugada. 


Quebec
Tá pensando que carnaval é só festa de brasileiro? Nananinanão. Com o dólar do jeito que está, ir para o exterior está muito difícil. Sonhar, pelo menos, ainda é de graça. Já pensou em largar a folia daqui em troca de uma festa na neve? Como no hemisfério norte é inverno, os canadenses comemoram a data como um verdadeiro festival com concertos musicais, esculturas de neve, esportes, e até com palácio de gelo! Let it go. A comemoração é bem diferente da brasileira e mesmo com temperaturas negativas, atrai milhares de visitantes do mundo inteiro.

New Orleans
Aposto que vocês já devem ter ouvido falar do Mardi Gras (Terça-feira gorda) de Nova Orleans  - e seus peitos. É, lá existe uma tradição de mostrar os seios em troca de colares de contas. Não sei muito o que pensar a respeito, tenho muita curiosidade para saber como é essa loucura na real. De qualquer forma, o Mardi Gras é uma festa cheia de simbologias e significados, trazida pelos franceses aos Estados Unidos. Algumas coisas até se parecem com o nosso carnaval, gente mascarada, desfiles com carros alegóricos, figurinos excêntricos... E farra pesada, claro!
 
Santo Domingo 
Já imaginou passar o feriado no Caribe? Que sonho. O carnaval dominicano é um verdadeiro espetáculo de cultural. As celebrações populares contam com personagens para lá de coloridos. Mas os mais apreciados são os demônios espectadores que perseguem as pessoas que se aventuram em seu caminho, essa brincadeira é uma tradição por lá. Também existem outras opções incríveis em terras americanas, como na Colômbia, Porto Rico, Cuba e até Haiti. 



Salvador
Seja na pipoca ou no camarote, o carnaval de Salvador exala calor humano. Tenho muita vontade de ir. Não é para todo mundo não, é muita gente meeesmo. Os camarotes e blocos são bem caros, mas fazendo um esforcinho, dá para ir e curtir a experiência. A dica aqui é, além de correr atrás do trio de Ivete e Claudinha no circuito Osmar, arrumar um tempinho na agenda para um programa alternativo. Conheça o carnaval do Pelourinho e dê uma passadinha no circuito Dodô. E quanto à segurança, relaxa. Leve só um pouco de dinheiro e sua dignidade para a rua, o resto, deixa no hotel e vai dar tudo certo.

Recife e Olinda
Amo frevo mas se tem um carnaval que eu tenho certeza que não iria gostar é o de Recife e Olinda? Por que? Imagina passar os quatro dias inteiros ouvindo só frevo? Haha. Que seja, admiro muito a festa pernambucana e também quero muito ir lá algum dia, quem sabe eu não esteja enganada? O Galo da Madrugada é um ícone, não dá para perder. O mais bacana de Recife e Olinda é que as festas são super democráticas, total free. E todo mundo se mistura e vira aquela bagaceira que a gente adora - bom, eu gosto. Também tem opções alternativas de música tradicional e manifestações culturais africanas. Muito bacana.
Rio de Janeiro
Pensou em Brasil, pensou em samba, carnaval, Rio de Janeiro! É o que qualquer gringo diria. Amo assistir os desfiles das escolas de samba pela TV. E mesmo sabendo que não dá para ver todos os detalhes lá da Sapucaí, cá para nós, a emoção é outra. Quem sabe um dia eu não viro famosa e sou até chamada para um camarote badalado, ou melhor, desfilo? Já pensou ser rainha de bateria? Ou até mesmo o enredo? Ah, como é bom sonhar, hahaha. Mas é claro que o carnaval do Rio vai muito além do sambódromo. Os blocos de rua garantem a folia de locais e turistas, e o melhor, de graça. Sem falar das praias - não tão quentes quanto as do nordeste </3 -, museus, monumentos e diversas outras atrações culturais da cidade maravilhosa. Inclusive, tô louca para voltar para lá e finalmente conhecê-la de verdade.

Gostaram das dicas? Quais vocês gostariam de ir? Alguém já visitou esses carnavais? Me contem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu pitaco!