quinta-feira, 29 de agosto de 2013

10 shows que quero assistir

Tumblr

De algum tempo pra cá até que isso vem mudando, mas ainda assim, não é uma raridade ver seu cantor internacional favorito em terras tupiniquins? E o pior, quem não mora no Rio de Janeiro ou São Paulo, sofre ainda mais para ver um show legal. Aqui em Maceió mesmo, a maioria dos shows são apenas de bandas de axé, pagode ou forró, tudo o que eu não gosto.

Mesmo com essa dificuldade toda, espero ir pelo menos à maioria dos shows que desejo ir. Fiz uma wishlist com dez deles, mesmo sabendo que estão vários cantores que estão de fora, como Justin Timberlake, Jessie J, Rihanna, Lady Gaga... Quem sabe depois eu faça uma parte 2?

Taylor 22 Red Tour | via Tumblr

Pra ser sincera, eu não gostava da Taylor Swift até parar para ouvir suas músicas e me identificar com várias letras. Além do mais, vamos combinar que ela é linda e canta super bem. Ano passado comprei o CD "Red" e desde então estou louca para ir a um show bem vermelhinho da Taylor! Veja o show.

Maroon 5

Sinceramente, não conheço ninguém que não goste de Maroon 5, nem que seja de alguma música da banda. Com suas letras chiclete, climão alto astral e um vocalista suuuuuper sexy, toda vez que escuto uma música de Maroon 5 me imagino cantando ela bem alto com o Adam Levine na minha frente e pulando muito! Veja o show.

Music saves my soul. / adele-Llve-at-the-royal-albert-hall.

Desde que ouvi o vozeirão da britânica Adele pela primeira vez, já gostei. Na verdade, nem tenho muito o que explicar porque ainda quero ir a um show dela, quero apreciar a voz da gordinha mais diva da história da música e só. Veja o show.

Pink headlines iTunes festival - Pink rocks iTunes festival in first UK performance for two years - Features | MSN Music UK

Conheci a Pink com Lady Marmalade (<3) e adoro a pegada de atitude de suas músicas. Queria muito ver ao vivo as antigas como Fucking Perfect, Who Knew, Stupid Girls, Please Don't Leave Me e também as novas, como Just Give Me a Reason, Try e The Truth About Love, que eu não consigo parar de ouvir. Veja o show.

Imágenes de Shakira (27 de 1422) - Last.fm

Escuto Shakira desde criancinha, ficava assistindo seu DVD e tentando dançar como ela quando era pequena. Ô tempo bom! Mas eu cresci a continuei ouvindo a diva latina, uma das poucas coisas que me fazem ter vontade de aprender espanhol. Vê-la ao vivo seria incrível e um dia eu realizarei esse sonho. Veja o show.

Who says I can't be free?

Não faz muito tempo que escuto John Mayer mas desde então não consigo parar de ouvir suas músicas super inspiradoras. Cantor e compositor, John também é guitarrista, além de ser muito, muito, muito lindo (não pude deixar de dizer isso, rs). Ele virá ao Brasil em breve, mas eu infelizmente não poderei ir ao show. Então fica para a próxima, espero que da próxima eu possa ir vê-lo cantar. Veja o show.

Coldplay, The Mirror Stage / Where The Action Is (Göteborg) - ROCKFOTO.NU

Tá aí outra banda que nunca achei ninguém que não goste: Coldplay. Adoro as músicas, desde as mais animadinhas, como Charlie Brown e Every Teardrop Is A Waterfall, às mais calminhas, como Fix You e The Scientist. Já ouvi muita gente elogiando o show do Coldplay, e pelo o que vi, deve ser mesmo muito, muito, muito legal. Veja o show.

Foto's - 3FM op Pinkpop

Não importa quanto o tempo passe, toda vez que eu escuto Fun eu me lembro da minha viagem. É automático. Talvez por ter tantas lembranças boas ao som deles que eu goste tanto da banda e queira tanto ir à um show dos caras. Quando eles vierem ao Brasil, tentarei ir. E tenho certeza que terei mais um momento incrível. Veja o show.

Tumblr

Gosto da Katy Perry desde I Kissed A Girl, mas desde que assisti seu show do Rock In Rio passado, vi o quanto deveria ser divertido e coloquei na minha cabeça que um dia eu iria pular muito ao som da Katy, mesmo que eu ainda prefira suas músicas em estúdio. Veja o show.

Beyoncé Diario: THE MRS. CARTER SHOW EN BOSTON (23/07/13)

Beyoncé! Sou fã dela, sem mais. Desde que eu era pequenininha eu assistia seus clipes na MTV e dançava em frente a TV, eu amava! Infelizmente não pude ir ver a I Am... World Tour em 2010, mas jurei para mim mesma que da próxima vez, eu estaria lá.

Jurei e irei. Dia 13 de Setembro saio de Maceió para ver a Mrs. Carter World Tour em São Paulo no dia 15, junto com meu pai, meu parceiro oficial de aventuras, e a minha prima Mayra. Faltam exatamente duas semanas, eu estou ansiosa mas ao mesmo tempo nem estou acreditando que realizarei esse sonho. Também vou passear por São Paulo, então esperem muitas fotos e muitos sorrisos no meu rosto. Veja o show.

E vocês, já foram/querem ir a algum desses shows? Alguém vai a algum show da Beyoncé? Beijos!

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Ela só tem 15


Ela pensou que dessa vez sua vida mudaria enquanto os fogos de artifício pipocavam no céu. Como sempre. Ela olhava para a noite branca sentada na areia com um vestido azul e se imaginava num filme, como se ela olhasse para o lado e encontrasse um príncipe encantado, ou sei lá, qualquer pessoa que gostasse dela e vice-versa que ficasse ao seu lado.

Mas nada aconteceu na vida da garota de 15 anos que queria ser amada. Todos os dias, ela ia para a mesma escola, conversava com os mesmos amigos, sentava na mesma escrivaninha, ouvia as mesmas músicas e descrevia as mesmas emoções no tumblr. Até gostou de um garoto que também gostava dela. Não rolou. Nenhuma novidade. Afinal, nunca dava certo para ela mesmo.

Ela nunca mostrava o lado romântico. Estudava, ria, lia e defendia ideias mirabolantes. Vestia saias rodadas e fingia não se importar. Porque ela não gostava de se importar. Odiava. Odiava querer ter alguém. Odiava não ter o que falar quando as amigas falavam sobre a carta que recebeu do namorado ou sobre o cara bonito que elas beijaram na noite anterior. Porque ela nunca havia passado por isso.

Ela acha que isso é futilidade, por isso tenta esquecer essas bobagens. Procura algo para ocupar a mente, mas às vezes chora e se sente só. Pergunta a si mesma se tem algum problema. Envergonha-se por achar que isso é um problema. Ela não deveria precisar de ninguém, certo?

Mas ela é lúcida. E pra não enlouquecer, ela sempre diz a si mesma: “Só tenho 15”. Então segue sua vida, até que no ano que vem ela sente na areia e repita os mesmos desejos como nas outras primeiras meias noites do ano.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Só por ser feliz

Hope is such a waste.

Escrevo de uma capela cheia de olhos em chamas a me encarar. Tenho nojo de gente que quer que eu sinta nojo de mim só por ser feliz. Chorei, chorei muito. Gritei muito também. Odiei a moral e os bons costumes. Odiei-me, e odiei todos ao meu redor. No fim, calei, guardei.

Fiz minhas malas, mas não tive para onde ir. Desisti. Dei adeus a quem me amava e queimei fotografias. Já as lembranças, ainda estão aqui, guardadas na mente. Tudo o que sinto, tá abafado. E tudo o que sou, tá mascarado. Adormeci meu eu e acordei aquilo que eles queriam que eu fosse.

Pediram para que eu contasse a minha vida inteira a uma estranha, e ela disse que tenho uns probleminhas. Dizem que nenhum louco assume a loucura, mas eu tenho certeza que isso eu não sou. O problema não é comigo, é com eles. É com a história, é com a estupidez. Mas me disseram que tenho depressão, e disso, eu não duvido. Receitaram-me uns remédios coloridos e eu não estou me sentindo melhor.

Expulsaram-me da escola por ser mau exemplo e agora terei que repetir o ano. Tive que aguentar o Natal mais silencioso da minha vida, enquanto via o rosto de todos me acusando. Levaram-me à missa e, por não aguentar, tive de sair de lá pra chorar. Ninguém ali se preocupava comigo, eu não tinha um amigo. E pra desabafar, tudo o que poderia fazer era escrever. 

Vi que a vida seria assim daqui pra frente, fingir e chorar. Talvez eu não aguente, mas irei tentar. Talvez essa ânsia de vômito recíproca um dia passe. Eu por ter nojo de gente estúpida, e eles por terem nojo de gente diferente. Até lá, guardarei quem sou a sete chaves num armário, jogarei fora a chave e viverei com o coração solitário.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Rosa choque

Vieram me contar sobre uma matéria idiota de uma revista teen, que, pasmem, é voltada para garotas jovens e ainda assim publicam um texto escrito por carinhas bonitas e, provavelmente, de mentes vazias, que diz como devemos ser. Coisa que escuto de velho machista, coisa que eu poderia ouvir da minha mãe e que foi parar no site da revista para gente da minha idade.

Juízes de franjinha deram sua opinião e etiquetaram as garotas para ficar e garotas para namorar. Parece piada, mas não é. Por acaso, dez anos mais tarde, eles vão dizer que uma mulher não pode casar porque não sabe cozinhar? Eu não duvido nada. E por mais que os rótulos façam parte das nossas vidas - afinal, não serei hipócrita e não direi que nunca chamei ninguém de vadia -, é um absurdo ver tanta besteira passar por quem gastou quatro anos da vida estudando jornalismo.

Já li e leio Capricho, se quer saber. Afinal, não passo de uma garota de 14 anos que, convenhamos, quer ler algumas besteiras só porque acha legal. No entanto, certas coisas eu sinceramente não consigo engolir. Não sou ninguém e até aceitaria de bom grado trabalhar naquela redação rosa e brilhante, mas se é pra criticar, vamos lá. Colírios, baladas, famosos, garotos dizendo como devemos agir e blá blá blá. A vida de sonhos que aparece na Capricho fazem as adolescentes bobinhas acreditarem que sua vida é uma droga. E por mais que eu goste de ler algumas bobagens, assuntos sérios também fazem parte. Adolescente não vive só de caras gatos e moda.

De fato, Capricho poderia ser uma boa revista para garotas. Mas para isso, primeiro, nós poderíamos deixar de ser tratadas como se fôssemos tolas e mesmo que o público alvo seja gente jovem, é bom lembrar  que amadurecer faz bem e que o mundo é muito mais que garotos, baladas e rosa choque.