terça-feira, 7 de agosto de 2012

Quando eu encontrar o amor...

Tumblr_kys92292u31qzfjmqo1_500_large_large
http://weheartit.com/entry/1670657

Da próxima vez não vou me calar, muito menos implorar. Não vou me preocupar em ficar perfeita para você, ficarei perfeita para mim, e será esse meu amor próprio que vai fazer você querer ficar do meu lado. Da próxima vez será alguém que realmente tem a ver comigo, mesmo isso ser como achar agulha no palheiro na minha cidade. Vou deixar o medo debaixo da cama, ou melhor, vou tentar não ter medo do amor. Vou tentar não imaginar tanto antes de dormir, e deixar que as melhores coisas aconteçam na realidade, e não na minha cabeça.

Você não virá de cavalo branco ou num conversível vermelho, virá de ônibus, bicicleta, ou a pé. Da próxima vez não seria impossível. Valerá a pena passar pelo teste dos meus pais por nós. Você estaria comigo na páscoa, natal e aniversário do vovô e vovó. Eu deixaria você pensar que está no controle, e pensaria que estaria mandando, mas na verdade ninguém mandaria em nada. Quero fazer burradas com você, mas não quero que você seja a burrada.  Não terei que medir cada som que sairá da minha boca, porque eu iria confiar em você.

Da próxima vez será recíproco, e você também gostará de mim. Da próxima vez não vou me preocupar em ser para sempre, vou me preocupar fazer que pelo menos um momento contigo seja memorável. Da próxima vez que eu encontrar o amor - como se eu já tivesse encontrado alguma vez, de verdade – não será eu que o procurará, ele virá em minha direção, e caberá a mim só aceitar sua mão.

Eu sei que ainda não seria da próxima vez que encontraria o cara da minha vida, mesmo que ele me faça pensar isso. Seríamos tão novos para encontrar esse tipo de coisa! Nós iríamos mudar, ou pior, ficaríamos do mesmo jeito, por qualquer motivo, acabaríamos matando o “nós”, e restaria o eu, e o você. Você seria meu amigo, e se sairia muito bem assim. Depois o tempo nos tornaria apenas conhecidos. Mais tarde tomaríamos outros rumos e eu nem teria como saber em que continente você poderia estar, mas toda vez que eu lembrar, eu vou sorrir, e tudo valerá a pena. 

8 comentários:

  1. Que texto lindo!!!!
    Me identifiquei com mts partes!

    Gostaria de te convidar a participar do sorteio que está rolando lá no blog

    http://www.chadatarde.com/2012/07/sorteio-eeeee.html

    Beijos, Carol Nana

    ResponderExcluir
  2. É aqueles textos para a gente se achar nele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi se foi um elogio, ou não... Desculpe-me Maya, sou um tanto lenta. hihi

      Excluir
  3. Gostei bastante do texto!!! Bem marcante! *-*
    Arrasou!
    Beijos
    Diário Ciumento

    ResponderExcluir
  4. Que texto lindo, adorei o finalzinho!
    Amei seu blog, estou seguindo.
    http://victory-blog1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Obrigada por ter gostado. Volte sempre aqui! <3

    ResponderExcluir

Dê seu pitaco!