domingo, 8 de abril de 2012

Vem que eu te dou um conselho, vai que alivia a dor. - Natian Costa


 ” Vem que eu te dou um conselho, vai que alivia a dor. Daí, parceiro, que é um gesto mais do que certo: você precisa aprender a largar as coisas. A tua vida precisa do tempero do abandono. Aprenda a deixar de lado e seja feliz, ou pelo menos melhor do que era quando se agarrava a tudo e a todos. Há pouca coisa valiosa. A opinião da tua mãe, da tua mulher e… e… e mais nada. Não se deixe dobrar pela tentação da popularidade e do consenso. Pior do que ser condenado pelos tolos, é ser aprovado por eles. Em verdade, é preciso sempre estar pronto para dizer adeus, inclusive a pessoas. A arte de abandonar pessoas é ciência das mais complicadas, oculta toda uma atmosfera de desapego, bom senso é artigo de luxo. A gente tem essa falsa ideia de que não se deve abandonar os amigos, de que amigo é para a vida toda. Isso é legal, ajuda a vender presente no dia do amigo, mas não é a real. A real é que pessoas vão e vem, você tem 40 amigos agora… se tiver 4 aos 60 anos, considere-se um vitorioso. A trairagem é cotidiana, afinal, todo mundo tem o direito de ser canalha ao menos uma vez na vida. Agora mesmo teu amigo pode estar sendo. Acostume-se com a ideia de renunciar a quem te faz mal e seja mais razoável consigo mesmo. Quem sabe essa dor não diminui.” 


(Natian Costa)

2 comentários:

  1. Muito bom seu texto verdade a trairagem é cotidiana :/
    http://sweetdreamssah.blogspot.com.br/
    Segui? :)

    ResponderExcluir
  2. Pois é, por isso devemos tomar cuidado. Não só com os "amigos" e sim, com todos que estão a nosso redor! Sigo sim :)

    ResponderExcluir

Dê seu pitaco!